Uncategorized

‘Um dia na vida de Ivan Deníssovitch’, Aleksandr Soljenítsin

A história concentra-se no dia-a-dia mundano de um prisioneiro num dos Gulags, um dia da sua vida. Levantar da cama, ir trabalhar, adormecer à noite; sabendo que no dia seguinte será o mesmo e assim sucessivamente. As condições são horríveis, sobretudo com a falta de comida e de roupa para proteger do frio de -30ºC.… Continue reading ‘Um dia na vida de Ivan Deníssovitch’, Aleksandr Soljenítsin

Livros · Uncategorized

‘A Mancha Humana’, Philip Roth

Coleman Silk é um afro-americano de pele clara que se torna professor universitário numa pequena Faculdade de Artes e traça o seu caminho até chegar a reitor. Um dia, casualmente, durante uma aula, faz um comentário sobre duas estudantes ausentes, chamando-as “spooks” porque nunca as viu, só que como as estudantes são afro-americanos o seu… Continue reading ‘A Mancha Humana’, Philip Roth

Uncategorized

‘O fim do homem soviético’, Svetlana Aleksievitch

No começo tive alguns problemas em abraçar este livro, porque não é o género literário a que estou habituado: a narrativa jornalística. O autor está no background e dá-nos fragmentos de conversas e histórias ouvidas em entrevistas ou na rua. Gostei que o autor desse voz aos interlocutores, que narraram as suas vidas: pessoas idosas que… Continue reading ‘O fim do homem soviético’, Svetlana Aleksievitch

Livros · Uncategorized

‘Travessuras da menina má’, Mario Vargas Llosa

História de amor estranha e absurda. Ela obcecada em arranjar um homem rico para esquecer que um dia foi pobre, termina doente e traumatizada pelo abuso do único homem que diz que a fez feliz. Ele, homem pobre cuja única aspiração é viver em Paris e escapar do Perú, tropeça vezes sem conta com a má… Continue reading ‘Travessuras da menina má’, Mario Vargas Llosa

Uncategorized

‘Para onde vão os guarda-chuvas’, Afonso Cruz

« O pano de fundo deste romance é um Oriente efabulado, baseado no que pensamos que foi o seu passado e acreditamos ser o seu presente, com tudo o que esse Oriente tem de mágico, de diferente e de perverso. Conta a história de um homem que ambiciona ser invisível, de uma criança que gostaria de… Continue reading ‘Para onde vão os guarda-chuvas’, Afonso Cruz